CRISTIANISMO E UNIVERSIDADE

Seja bem-vindo a "CRISTIANISMO E UNIVERSIDADE". Aqui procuraremos apresentar artigos acerca de assuntos acadêmicos relacionados aos mais diversos saberes, mantendo sempre a premissa de que a teologia é a rainha das ciências, pois trata dos fundamentos (pressupostos) de todo pensamento, bem como de seu encerramento ou coroamento final. Inspiramo-nos em John Wesley, leitor voraz de poesia e filosofia clássica, conhecedor e professor de várias línguas, escritor de livros de medicina, teólogo, filantropo, professor de Oxford e pregador fervoroso do avivamento espiritual que incendiou a Inglaterra no século XVIII.

A situação atual é avaliada dentro de seus vários aspectos modais (econômico, jurídico, político, linguístico, etc.), mas com a certeza de que esses momentos da realidade precisam encontrar um fator último e absoluto que lhes dê coerência. Esse fator último define a cosmovisão adotada. Caso não reconheçamos Deus nela, incorreremos no erro de absolutizar algum aspecto modal, que é relativo por definição.

A nossa cosmovisão não é baseada na dicotomia "forma e matéria" (pensamento greco-clássico), nem na dicotomia "natureza-graça" (catolicismo), nem na "natureza-liberdade" (humanismo), mas, sim, na tricotomia "criação-queda-redenção" (pensamento evangélico).

ESTE BLOG INICIOU EM 09 DE JANEIRO DE 2012





domingo, 2 de fevereiro de 2014

O QUE UM JURISTA DE VALOR DIZ DAS NOVELAS

Em seu livro “TEORIA CONSTITUCIONAL DA DEMOCRACIA PARTICIPATIVA” (SP: Malheiros, 2001, p. 48), o ilustríssimo professor PAULO BONAVIDES diz:

     “Pelos CANAIS DE TELEVISÃO, em NOVELAS DE ENREDO TORPE, escorre toda a PODRIDÃO DAS FEZES SOCIAIS que fazem náuseas a quem conserva o espírito crítico com que reprovar esse homicídio da moral e dos costumes.

       Se isto prosseguir, breve a pátria de Rui Barbosa e Nabuco, de Castro Alves e Osório, de Caxias e Pedro II, reduzida a um alcouce, já terá perdido para sempre a memória dos valores, o sentimento de honra, a consciência da dignidade. Tudo por obra de erradicação da ética social, nesta tragédia da liberdade malcompreendida, mal-exercitada e mal protegida


                   Professor Paulo Bonavides e Professor Glauco Barreira Magalhães Filho

Nenhum comentário:

Postar um comentário